Artigo

A Constipação Intestinal (CI) é uma das alterações de saúde mais frequente na população mundial. Caracterizada principalmente pela dificuldade de evacuação. Os sintomas mais comuns são a diminuição da frequência das evacuações e/ou muito esforço para evacuar.

É um problema sanitário importante, pois cerca de 3% das consultas pediátricas são por esse motivo e 25% das consultas gastrointestinais também são relacionados a constipação intestinal. É responsável por 2,5 milhões de consultas médicas. Além disso, a constipação é um dos sintomas anteriores a problemas mais sérios, com câncer de reto, que é o quinto câncer mais comum em homens e o quarto entre as mulheres.

A origem da Constipação Intestinal pode ser secundária a outra doença, ou de origem funcional, quando a doença está relacionada a hábitos alimentares, baixa ingestão hídrica, sedentarismo e outros costumes adquiridos.

Nesse artigo queremos auxiliar, os indivíduos que sofrem com a CI funcional, que com a mudança da dieta, ingestão hídrica, prática de atividade física e acesso a terapias alternativas podem se beneficiar e melhorar sua qualidade de vida.

A Osteopatia é reconhecida pela OMS, como uma profissão independente na área da saúde. Pois tem como objetivo prevenir, diagnosticar e tratar diversas disfunções do corpo humano.

Em paciente com CI a Osteopatia pode ser indicada, uma vez que o método proporciona para o paciente uma melhora da mobilidade e motilidade visceral, e também atua no sistema neurológico da região visceral. No atendimento utilizamos técnicas para mobilizar estruturas viscerais, como fígado, estômago, intestino grosso, intestino delgado, etc. Buscando aliviar restrições nessas estruturas e restabelecendo a função do órgão. Também atuamos na inervação dessas estruturas, intervindo no Sistema Nervoso Autônomo do indivíduo, proporcionando ao paciente, uma melhora da sintomatologia e consequentemente uma melhora na sua qualidade de vida
É importante salientar que a CI é um problema de saúde multifatorial, que necessita de diversas abordagens e uma mudança no estilo de vida para sucesso do tratamento, mas a Osteopatia com certeza é uma terapia alternativa indicada para esses pacientes, proporcionando uma melhora da qualidade, trazendo para o paciente mais saúde e bem estar.

Edi-Hur Toral

Edi-Hur Toral

Fisioterapeuta graduado pelo Centro Universitário Metodista do Sul - IPA em 2016. Certificado em Osteopatia (CO) pelo Colégio Brasileiro de Osteopatia - CBO.
×