Artigo
5 Mitos da Terapia Manual - Clinica Fortius - PD3JW3M

Algumas pessoas já foram submetidas a técnicas de terapia manual em algum momento de seus tratamentos fisioterapêuticos, e muitos terapeutas acabam por dizer algumas coisas que os pacientes assumem como verdade, muitas delas são mitos que os próprios profissionais acreditam ser verdade.

Eu mesmo, já quase acreditei em alguns desses, em algum ponto dos meus 10 anos de carreira, e a razão para crermos nesses mitos são sempre as mesmas, quando aplicamos uma técnica X e ela funciona, acreditamos que os mecanismos que ocorreram durante a aplicação dela são válidos para todos pacientes!

Não estou dizendo para não utilizar determinada técnica que você já experimentou e se sentiu bem, mas estou dizendo que podemos pensar de maneira um pouco diferente do usual, como por exemplo, muitos artigos científicos citam que dor durante o tratamento de tendinopatias (inflamação e dor nos tendões), são comuns durante o tratamento fisioterapêutico, sim a dor é nossa amiga, ela diz que algo está ERRADO, se um terapeuta está lhe submetendo a uma terapia que causa dor, ou algo confortável, peça que ele troque a técnica para que você se sinta mais confortável.

Aqui cabe um parênteses, algumas técnicas de agulhamento ou liberação miofascial, podem gerar dor, pela pressão, no caso da liberação miofascial, e por perfurar a pele no caso do agulhamento.

Mito #1: A terapia Manual deve ser provocar dor para ser efetiva!

Isso está errado, e eu tento pregar isso sempre, só porque a técnica está provocando dor, não quer dizer que ela está sendo efetiva, ou que será a de maior sucesso.

Mito #2: Existe apenas uma ÚNICA técnica correta!

Não existe apenas uma forma de alcançar o um objetivo, diferentes técnicas podem levar ao mesmo resultado, isso dependerá é claro da capacidade de avaliar a situação que o terapeuta possua, e do número de técnicas diferentes que ele conheça.

Mito #3: Você deve tratar a coluna para tratar os membros.

Essa é bem comum, e com certeza ajuda muitas pessoas, mas não é uma regra, algumas vezes um ajuste no ombro pode melhorar a coluna cervical, como disse anteriormente a avaliação e a capacidade técnica do terapeuta que vão gerar os melhores resultados.

Mito #4: Estabilize a Hipermobilidade e Mobilize a Hipomobilidade!

Essa sim faz muito sentido, de qualquer forma, alguns profissionais realizam apenas terapia manual (mobilizando) e seus pacientes melhoram e outros profissionais trabalham apenas com exercícios ativos(estabilizando) e seus pacientes melhoram. Eu acredito, e a literatura tem mostrado resultados assim, que a combinação de terapia manual seja mobilizando, ou manipulando, somado a exercícios de estabilização e ativação para grupos musculares específicos, geram um resultado mais rápido e mais duradouro.

Mito #5: São necessários protocolos para cada tipo de lesão!

Protocolos não funcionam e ponto final! O que devemos saber são os tempos dde cicatrização de cada tecido (músculo, tendão, ligamento, nervo…), saber a cinesiologia, biomecânica, anatomia, somar isso tudo a neurofisiologia do movimento e da dor, saber avaliar o paciente e aí sim criar um programa de reabilitação específico para ele!

Recado Final

Cada indivíduo é único e lida com sua lesão e sua dor de forma diferente, isso influencia a velocidade de recuperação.

A terapia manual vem como ferramenta auxiliar na recuperação, prevenção e tratamento de diferentes tipos de lesões.

Gostou de saber os principais mitos faça uma pergunta sobre terapia manual, o que você gostaria de saber sobre ela? Deixe seu comentário aqui, que terei muito prazer em responde-lo!

Lucas Job

Lucas Job

Fisioterapeuta graduado pelo Centro Universitário Metodista IPA, 2010/1, Terapeuta Manual Certificado pelo Manual Concepts Institute da Austrália 2010, Formações complementares em Maitland, Mulligan, Mobilização Neural, McConnel, Kinesio Taping, Movimento Combinado, Spinal Stabilization and Knee and Shouder Reabilit, Kabat Valejo, Liberação Miofascial Instrumental, Dry Needling- Agulhamento a seco, Quiropraxia Clínica, Formação Pilates Aparelhos, Solo e Bola. Crefito: 158.083/F
×